Programação: 16 linguagens essenciais para conseguir um bom emprego

Programação: 16 linguagens essenciais para conseguir um bom emprego

Existem milhares de linguagens, mas algumas são mais populares. Quando uma empresa sai em busca de novos talentos em programação, eles estão procurando por pessoas que sejam familiares com linguagens e sistemas que eles já utilizam, até em linguagens mais recentes como o Apple Swift ou Google Go começam a ter efeito.

Java

Originalmente inventada em 1991 como uma linguagem para televisões inteligentes, o Java, da Oracle, é ainda a mais popular linguagem de programação do mundo. Essa posição foi solidificada pelo fato do Java ser crucial para o desenvolvimento de aplicativos Android e vários softwares de negócio.

C

Uma das mais antigas linguagens de programação ainda em uso comum, C foi criada no início de 1970. Em 1978, o legendário e ainda altamente lido manual de 800 páginas “The C Programming Language” foi impresso pela primeira vez.

Python

Essa linguagem vem de 1989 e é amada por seus fãs por ser um código facilmente lido. Diversos programadores acreditam que esta linguagem é a mais fácil para quem está começando a desenvolver. Python tem se tornada uma das “estrelas” do momento e a mais indicada de programação para inteligência artificial.

PHP

Esta linguagem para a programação de websites é incrivelmente comum. Algumas estimam que ela representa um terço da web. Grandes sites como WordPress, Facebook e Yahoo a usam. Diversos programadores, entretanto, odeiam PHP. O fundador do Stack Overflow escreveu uma vez: “PHP não é tanto uma linguagem quanto uma coleção aleatória de coisas arbitrárias, uma explosão virtual na fábrica de palavras-chave e funções.”

Visual Basic

O Visual Basic, da Microsoft, e seu sucessor Visual Basic .NET tentam tornar a programação mais fácil com elementos gráficos que deixam você mudar proporções a partir de drag and drop. É antigo, mas ainda tem seus usuários por aí.

JavaScript

Esta é uma linguagem super popular de programação primeiramente usada em apps para web. Mas não tem muito a ver com o Java tirando o nome. Javascript roda muito da web moderna, mas também captura um monte de críticas por retardar o carregamento de navegadores e algumas vezes expor os usuários a vulnerabilidades de segurança.

R

Essa é a escolha de linguagem para estatísticos e qualquer pessoa recolhendo dados de análise. Google é lembrado como um grande fã de R pelo poder que ele dá aos matemáticos.

Go

Originalmente desenhado pelo Google para criar sistemas na imensa escala necessária para alimentar o motor de busca mais movimentado no mundo, é desde então usado por desenvolvedores que valorizam a confiabilidade e integridade acima de tudo. É uma das linguagens que mais cresce rapidamente lá fora também.

Ruby

Como Python, os desenvolvedores gostam desta linguagem de 24 anos porque é fácil de ler e escrever código. Também popular é a Rails, um framework adicionável ao Ruby que torna muito fácil construir aplicativos para web. O slogan oficial da linguagem é “O melhor amigo do programador”.

Groovy

Este ramo da linguagem Java surgiu com popularidade em 2007, desenhado para tornar mais fácil e rápido a escrita de vários códigos. E como Groovy se integra facilmente com Java, conquistou programadores de grandes companhias como IBM, Google e Target.

Objective-C

A original C foi tão influente que inspirou diversos outros similares sucessores, todos inspirados na original com features de outras linguagens adicionados. Objective-C continua mais popular do que a crescente da Apple Swift, mas a Swift está ganhando rapidamente.

Perl

Originalmente desenvolvida por engenheiros da NASA em 1980, Perl se destaca pelo processamento de texto, e desenvolvedores gostam dela por ser poderosa e flexível. Foi famosamente descrita como “a fita adesiva da web”, porque é ótima para manter websites unidos, mas não é uma linguagem muito elegante.

Nomeada a partir do grande filósofo Blaise Pascal, esta linguagem foi um instrumento de código dos originais computadores Apple Macintosh. Eventualmente, Pascal se estendeu para o Object Pascal, onde é largamente utilizado para sistemas ainda hoje.

Delphi Object Pascal

Originalmente desenvolvida pela Apple em 1986 e nomeada desta forma porque ajudava programadores a conectar com databases do Oracle (The Oracle at Delphi), Delphi é vista como uma estrela em ascensão mais uma vez, como alternativa para construir apps para smartphones.

Swift

A Apple Swift tem ganhado desenvolvedores como uma forma mais fácil e rápida de construir apps para iPhone. Com fãs de grande perfil, como a IBM, a expectativa é que esta linguagem cresça ainda mais nos próximos anos.

MATLAB

Intencionalmente criada como uma linguagem de programação matemática para ajudar estudantes de universidade em álgebra avançada, é largamente usada por cientistas, engenheiros e programadores trabalhando no campo em explosão de processamento de imagem e outras aplicações de inteligência artificial.

Fonte: https://computerworld.com.br/2018/09/17/programacao-16-linguagens-essenciais-para-conseguir-um-bom-emprego/

 

10 desafios enfrentados por líderes digitais

Estudo aponta que quase metade dos executivos que acreditam se encaixar nessa categoria estão focados em impulsionar o crescimento da receita

Líderes digitais são definidos como organizações que se consideram “muito eficazes” ou “extremamente eficazez” no uso de tecnologias digitais para avançar suas estratégias de negócios. Com base nesse perfil, a 20ª edição do estudo Harvey Nash/KPMG CIO Survey identificou que quase 45% dos líderes digitais estão focados em “impulsionar o crescimento da receita”. Eles também apostam mais no desenvolvimento de produtos inovadores. Fazer um sucesso digital é complexo: quase oito em dez CIOs consideram sua estratégia digital como moderadamente eficaz ou pior. E as estratégias digitais são ainda em sua infância, com a maioria dos investimentos focados em o “front end”, em vez de atividades operacionais mais profundas. Ter um CDO, seja em um papel dedicado ou atuando, ajuda as organizações a terem duas vezes mais chances de ter uma estratégia digital em toda a empresa (se tiverem uma), e uma cultura de inovação  – quatro em dez dos CIOs entrevistados acreditam que sua estratégia digital falharia sem isso. O estudo  ouviu quase 4 mil líderes de TI em 84 países para entender, entre outros pontos, como os CIOs estão se adaptando às mudanças impostas pelo digital. Confira na lista abaixo os dez desafios elencados por aqueles que se consideram líderes digitais. Saiba mais: Como se transformar em um líder digital, segundo o Gartner  1. Desenvolver inovações em produtos e serviços 2. Entregar de forma consistente e estável TI, em linha com a performance dos negócios 3. Impulsionar a experiência do usuário 4. Aprimorar a eficiência operacional 5. Aprimorar processos de negócios 6. Reduzir custos 7. Aprimorar a cibersegurança 8. Entregar business intelligence/analytics 9. Aprimorar a eficiência por meio da automação 10. Impulsionar o crescimento da receita Fonte: http://cio.com.br/gestao/2018/07/23/10-desafios-enfrentados-por-lideres-digitais/