Gestores de TI realmente empenhados em potencializar os resultados de sua equipe devem considerar seriamente cada um desses pontos.

Todo líder de TI procura desempenho. Ter um departamento mais rápido e eficiente. Afinal, quando a TI supera a performance, cala os críticos e ganha protagonismo nos processos de inovação.

Já um departamento de TI sem graça limita a capacidade de uma empresa atender as demandas do mercado em mudança, prolonga o tempo necessário para desenvolver e lançar novos produtos e serviços e, em última análise, degrada a satisfação do cliente.

Felizmente, a melhora no desempenho não tem que vir ao custo do moral dos funcionários. Na verdade, os membros de uma equipe motivada podem desempenhar um papel importante em estimular um departamento de TI sonolento. “Se você quiser melhorar o desempenho de TI, esteja envolvido”, aconselha Mike Guggemos, CIO da Insight.

1. Comunicar objetivos

Manter os membros da equipe de TI no escuro é um passo certo para o fracasso. “É importante que você comunique a cada membro da equipe o estado do negócio e como o trabalho que estão fazendo contribui para mover a bola para frente em relação aos objetivos gerais da empresa”, diz Mike Duensing, CTO da Skuid. “Eles precisam sentir que estão desempenhando um papel relevante para o sucesso da empresa”.

Os líderes de TI podem começar a motivar os membros da equipe apenas por serem honestos. Muitos líderes de TI se esforçam para fazer apresentações repletas de analogias e tabelas quando, na verdade, tudo o que eles precisam fazer é explicar o que está acontecendo na empresa e mostrar claramente por que o projeto é importante, explica Guggemos. “Mostre como essa atividade se encaixa nos objetivos e na estratégia”.

Estabelecer metas individuais trimestrais, pelo menos, e depois revisá-las individualmente, também é importante. “Para garantir que os  membros da equipe estejam continuamente melhorando e engajados, os objetivos devem incluir treinamento e outras formas de desenvolvimento de habilidades – técnicas e / ou negócios”, aconselha a Duensing.

2. Dê à sua equipe as ferramentas de que ela precisa para ter sucesso

O equipamento de uma equipe de TI com software e equipamentos inadequados e/ou desatualizados é garantido para levar a um desempenho fraco. Forçar os membros da equipe a desperdiçar seu tempo em tarefas monótonas e facilmente automatizadas também prejudica o sucesso no longo prazo.

“Ferramentas de automação, como ferramentas de implantação contínua, ajudam a manter a equipe trabalhando em tarefas repetitivas mundanas”, observa David R. Lee, diretor de operações da Kastling Group. Ele recomenda que os líderes de TI considerem usar ferramentas como Jenkins, Bamboo e Team City.

Guggemos observa que nunca foi tão fácil automatizar as operações de TI. “Há uma série de ferramentas de monitoramento e medição que você pode usar hoje – centenas!” ele exclama. “A principal coisa a ter em mente é que a maior parte da tecnologia moderna construída nos últimos cinco ou mais anos tem peças construídas para monitoramento, gerenciamento e, em alguns casos, para autocorreção”.

3. Fique atento aos níveis de desempenho

Os principais indicadores de desempenho (KPIs) são cruciais para monitorar o desempenho geral de TI. Muitos departamentos de TI, no entanto, se concentram nos indicadores errados. “Selecione indicadores de desempenho sobre o que é importante para o negócio e não apenas sobre a TI”, sugere Mark Thomas, presidente da Escoute Consulting.

Thomas prefere aderir a fatores críticos de sucesso que estão ligados aos objetivos gerais da empresa, bem como às necessidades dos interessados. Ele sente que a abordagem garante que as ferramentas de medição sejam bem focadas na coleta, análise, geração de relatórios e resposta a sinais vitais específicos. “Muitos desses KPIs também podem ser usados ​​como indicadores chave de risco (KRIs) que podem alertar aos gestores de TI sobre riscos emergentes que podem ter um efeito negativo na satisfação das necessidades das partes interessadas”, observa Thomas.

4. Monitore sinais de burnout

O trabalho duro é excelente. O trabalho excessivo convida à frustração, aos erros e à queda da produtividade. Lee acredita que a melhor abordagem para enfrentar o desgaste é garantir que nunca aconteça. “Para evitar o desgaste da equipe, é necessário que haja semanas fáceis incorporadas na programação de cada membro”, diz ele.

Mike Orosz, diretor sênior da Citrix, avança um pouco mais. “Dê uma volta com colegas, almocem juntos, pare para um café rápido”, aconselha. “Esses cortes simples podem promover um ambiente de equipe colaborativo muito mais próximo que impactará positivamente o desempenho”.

Planos e horários realistas para projetos também desempenham um papel importante na prevenção do desgaste da equipe. “Muitas vezes, equipes recebem projetos de curto prazo, sem orçamentados e ferramental, e sem consideração pelo que eles já possuem em suas carteiras para entregar”, explica Guggemos. “Esta é uma das maiores falhas na liderança de TI – e ocorre o tempo todo”.

5. Mantenha os membros da equipe envolvidos e satisfeitos enquanto perseguem metas de desempenho

Um dos segredos mais bem guardados do gerenciamento da TI é a arte de gerenciar os objetivos em cascata. “Esta técnica não é nova, mas é um princípio fundamental de governança e gerenciamento de desempenho de uma organização”, observa Thomas.

O método de objetivos em cascata é basicamente um método de desconstrução e tradução de metas de um nível de organização para outra. É tarefa do gerente descrever as contribuições que os membros de sua equipe podem fazer para entregar os resultados até o próximo nível. “Isso permite que cada pessoa reconheça o valor das conquistas de metas e como suas contribuições afetam a realização de benefícios”, observa Thomas.

6. Resista à tentação de microgestão

Como os pais com uma criança que aprende a andar de bicicleta, é quase impossível que muitos líderes de TI “deixem de lado” e permitam que sua equipe erre e caia à medida que aprende a ser autogerida e capacitada.

“Os líderes de TI dirão que abraçam o empoderamento, mas a primeira vez que algo corre mal, eles agarram as rédeas e retornam às suas maneiras de microgerir”, explica Alan Zucker, diretor da Project Management Essentials. “É uma reação comum, mas se eles querem criar uma nova cultura, eles devem demonstrar sua capacidade de cumprir as mudanças”.

“Os fundamentos são importantes”, acrescenta Guggemos. “As equipes de liderança e gerenciamento devem ser envolvidas nos projetos, mas é crítico fazê-lo com um toque suave”.

7. Encoraje os membros da equipe a expandir e aprofundar seus conhecimentos

Um líder de TI bem sucedido motiva os membros da equipe oferecendo oportunidades de desenvolvimento de habilidades. “Dar aos membros da equipe a oportunidade de participar de conferências e eventos profissionais não só irá expô-los a novas ideias e tecnologias, mas rompe sua rotina, melhorando o moral, em última análise”, explica Orosz.

 

8. Considere novas abordagens e métodos

O maior impulso ao desempenho da TI foi a chegada das metodologias ágias e do DevOps, que ajudam a aproximar as áreas das empresas e as equipes de TI, observa Chris Fielding, CIO da Sungard Availability Services. “Isso dá mais importância à equipe de negócios na prioridade e direção da entrega, muitas vezes levando a soluções mais simples que melhor se alinham com os processos de negócios e são muito mais fáceis de implementar”.

“As organizações precisam parar de pensar sobre o trabalho como uma máquina que você pode otimizar puxando algumas alavancas”, afirma Dave West, CEO da Scrum.org. “Em vez disso, pense de forma holística sobre o ambiente que as equipes trabalham e como a visão desse trabalho pode ser melhor comunicada”.

9. Utilize técnicas de gerenciamento modernas

Muitos líderes de TI são empurrados para seus papéis exclusivamente com base em seus conhecimentos tecnológicos, recebendo apenas treinamentos de gerenciamento limitado. “Eles tendem a seguir o Gerenciamento 1.0 ou talvez as práticas do Management 2.0”, diz Zucker. “Eles pensam em sua equipe como widgets de recursos (1.0) ou que os processos de gerenciamento (2.0), como feedback 360, são a solução”.

A Gestão 3.0, por outro lado, reconhece a complexidade do ambiente operacional atual e o poder de indivíduos motivados e motivados para resolver problemas. “Aceitar o Gerenciamento 3.0 e realmente implementá-lo requer uma grande confiança e coragem da administração e dos líderes”, observa Zucker.

10. Procure opiniões externas de consultores confiáveis

Os líderes de TI são muitas vezes tão próximos dos problemas de tecnologia que não conseguem ver ou apreciar a totalidade do impacto do departamento em outras áreas de negócios. “Ter olhos externos possam ajudar a reconhecer esses efeitos, além de oferecer informações poderosas sobre tendências e ferramentas do setor que possam ser efetivas para ajudar a melhorar o gerenciamento de desempenho, ajuda muito”, diz Thomas.

“Às vezes, é bom buscar conselho e apoio externo da mesma forma que um treinador ajuda um atleta a olhar para o desempenho de uma maneira diferente”, acrescenta West. Mas um treinador não faz. Apenas, na melhor das hipóteses, pode fornecer informações interessantes sobre as práticas de trabalho de uma organização. “Somente as pessoas que compõem a organização podem criar mudanças”, lembra ele.

O desvio

É fácil acreditar que, ao comunicar uma visão, analisar métricas claras e capacitar equipes, um departamento de TI começará imediatamente a funcionar com a máxima produtividade. Mas há mais do que isso. Construir uma equipe de alto desempenho exige paciência e persistência.

“A equipe de TI pode começar a mudar organicamente”, diz Zucker. Quando o menor passo em direção ao empoderamento e autogestão é dado, eles podem abraçar a oportunidade. “Eles também podem reconhecer que seus líderes estão tentando mudar o meio ambiente e seguir com entusiasmo a liderança em vez de serem céticos”, conclui.

Fonte: http://cio.com.br/gestao/2018/02/26/10-maneiras-de-melhorar-o-desempenho-da-ti/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *