CONQUEST ONE USA GENEXUS PARA AUTOMATIZAR PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO COM INTELIGÊNCIA

Conquest One usa GeneXus para automatizar processo de recrutamento e seleção com inteligência

Especialista de staffing em TI se torna pioneira em talent management no Brasil a partir da sustentação de seus processos em software desenvolvido com Genexus.

A Conquest One, especialista de staffing em Tecnologia da Informação, desenvolveu um sistema de gestão empresarial pioneiro no segmento de Recursos Humanos, cujos controles contemplam tanto os tradicionais processos internos de uma empresa, como também a gestão e o relacionamento dos profissionais selecionados para atender aos seus clientes. A ferramenta foi desenvolvida utilizando a plataforma low-code da GeneXus, fornecida pelo Socium Partner Group, distribuidor regional da GeneXus Brasil.

Inicialmente, a Conquest One automatizou apenas seus processos financeiros, mas, devido à simplicidade de programação com a ferramenta GeneXus, a empresa passou a evoluir o sistema para um mix de ERP (Enterprise Resource Planning) e ERM (Employee Relationship Management). “A evolução com o GeneXus permitiu à Conquest One suportar em uma única ferramenta todas as suas necessidades, o que deixa de exigir o uso de ouros controles paralelos”, explica Gerardo Wisosky, CEO do Socium Partner Group.

Talent Acquisition

Por meio de criteriosas buscas de profissionais em nosso sistema, que conta com recursos de Big Data e Geolocalização, conseguimos fornecer profissionais mais adequados às oportunidades que surgem no mercado 

Todo o backoffice, bem como a gestão de staffing, que inclui a prospecção de clientes, vagas, recrutamento e seleção, acompanhamento dos processos de seleção junto aos clientes, acompanhamento das entregas dos projetos, faturamento dos projetos (billing), controle de atividades remotas, entre outras atividades, são controlados pelo ERP.

IT Staffing

De acordo com Antônio Loureiro, CEO da Conquest One, a gestão de staffing fora do Brasil é uma atividade comum, mas no Brasil a Conquest One é pioneira neste modelo, e atingir esse patamar só foi possível porque a empresa está suportada por uma ferramenta completa que garante toda a sua gestão e evolução. “Do ponto de vista dos benefícios para o mercado, a ferramenta proporciona a melhora da qualidade da nossa oferta, que é fornecer profissionais de TI especialistas. Por meio de criteriosas buscas de profissionais em nosso sistema, que conta com recursos de Big Data e Geolocalização, conseguimos fornecer profissionais mais adequados às oportunidades que surgem no mercado ”, explica Loureiro.

Além de ampliar os benefícios ao mercado, o sistema também melhorou a performance da Conquest One. Cerca de 100 vagas, por exemplo, são gerenciadas com apenas quatro colaboradores, que inserem no sistema os requisitos das posições, incluindo tecnologias especialistas e distância do candidato até a empresa ou projeto, e o sistema traz os profissionais mais aderentes. “Em 24 horas, entregamos um currículo especialista, o que numa situação sem um sistema igual ao nosso, ocorre em cinco dias. É como comparar o Google com uma Barsa”, descreve Loureiro.

Big Data

Hoje, a base de profissionais da Conquest One mantém 130 mil candidatos. Desse montante, 300 profissionais são recursos ativos em projetos e empresas de Tecnologia da Informação, e recebem acompanhamento da talent management via aplicativo móvel, no qual são analisados aspectos como performance, nível de satisfação do profissional, potencial de desenvolvimento versus conhecimento, competências comportamentais e tempo de contrato, entre outros aspectos.

De acordo com o country manager da GeneXus Brasil, Ricardo Recchi, a Conquest One está atenta aos movimentos de novas tecnologias e com as funcionalidades que amparam a nova economia digital, como o mobile. “Sabendo da importância da tecnologia para suportar e evoluir o negócio, a próxima etapa de triagem no recrutamento realizado pela Conquest One será 100% automática a partir da Inteligência Artificial e da Realidade Aumentada, e o GeneXus apoiará a evolução da companhia nesta jornada de Transformação Digital”, finaliza Recchi.

A GeneXus

GeneXus é uma plataforma de desenvolvimento software multiplataforma  há mais de 25 anos, que permite adotar novas tecnologias rapidamente. A plataforma usada por mais de nove mil empresas e 140 mil desenvolvedores para criar software empresarial baseado em dados executados em servidores, computadores desktop e na web, bem como em dispositivos móveis. Sua metodologia ágil e acelerada permite automatizar os processos que consomem mais tempo e recursos no desenvolvimento, manutenção, integração e modernização de aplicativos de negócios e sistemas de software.

Fundada em 1988, a GeneXus está sediada em Montevidéu (Uruguai) e possui escritórios no Brasil, Estados Unidos, Japão e México. Também está presente em 45 países da África, Ásia, Europa, Oceania e Américas.

Artigo: https://inforchannel.com.br/2019/07/18/conquest-one-usa-genexus-para-automatizar-processo-de-recrutamento-e-selecao-com-inteligencia/

Tendências de tecnologia para 2019: por que TI é uma das áreas com maior crescimento?

Tendências de tecnologia para 2019: por que TI é uma das áreas com maior crescimento??

Por que TI é uma das áreas com maior crescimento?

A área de tecnologia da informação deve ser a de maior sucesso em 2019. É o que mostra pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Segundo o estudo, funções ligadas à TI estiveram entre as carreiras que mais cresceram entre 2007 e 2017. No último ano, em 2018, houve muita demanda de vagas, mas pouca oferta de profissionais qualificados na área. A tendência é que essa procura aumente ainda mais em 2019. Carreiras como analista de informações, desenvolvedor mobile, analista de compliance e de SEO são algumas profissões em ascensão.

Outro estudo, realizado pela Conquest One, mostrou que só a área de desenvolvimento foi responsável por 41% das vagas de TI preenchidas em 2014. A grande procura por esse tipo de profissional, mesmo em um período de crise econômica no país, acontece porque os avanços tecnológicos estão cada vez mais ditando o rumo das empresas. Um estudo do Gartner apontou que serão gastos US$ 3,8 trilhões apenas pelos departamentos de TI em 2019, um crescimento de 3,2% se comparado com 2018. Só a computação em nuvem deve contar com um crescimento de 22%.

Experiência do Cliente

O investimento na área pode ser responsável por uma melhoria na experiência do cliente. Segundo pesquisa da Peppers & Rogers Group, 81% das empresas com atendimento de excelência possuem melhor performance que seus concorrentes. Outro estudo, realizado pela NewVoice, mostra que 69% dos clientes recomendariam uma empresa em caso de experiência positiva. Uma última pesquisa, realizada pela Manhattan Associates, mostra que 77% dos consumidores desejam que as transações de compra desconectadas evoluam para uma experiência unificada.

Esses dados mostram a importância do investimento em tecnologia. Por isso, é importante ficar atento às tendências do mercado. Segundo o Gartner, as tendências para TI em 2019 são:

  1. Automatização;
  2. Análise de dados aumentada;
  3. Desenvolvimento orientado por inteligência artificial;
  4. Representação digital;
  5. Borda especializada;
  6. Experiências imersivas;
  7. Blockchain;
  8. Espaços inteligentes;
  9. Privacidade e ética digital;
  10. Computação quântica.

Já a Ericsson realizou a oitava edição do 10 Hot Consumer Trends, que mostra as tendências para 2019, segundo a empresa. Além do uso de inteligência artificial, gêmeos digitais e análise dados aumentada para compras, controle da saúde e da poluição, o estudo também apontou como tendências:

  1. Awareables;
  2. Discussões inteligentes;
  3. Aplicativos espiões;
  4. Acordos forçados;
  5. Internet of skills.

Recentemente, a DNK Infotelecom realizou um café da manhã de negócios. O tema do encontro foi “Perspectivas do Atendimento Omnichannel ao Cliente em 2019”. “O evento foi uma oportunidade de fazer networking com líderes da área. Aproveitamos também para apresentar nossas soluções para contact center. Desde o começo, em 2008, a DNK apresentou diversas inovações para o mercado e continuará a promover a transformação digital no Brasil”, disse o presidente da empresa, Ântimo Gentile.

Inova Simples, o programa que facilita a abertura de startups

Inova Simples, programa que facilita a abertura de startups

O Senado aprovou (19), o Projeto de Lei Complementar 135/2018 que cria a o Inova Simples, um regime especial simplificado de tributação para startups.

O PLC formaliza também o Empresa Simples de Crédito (ESC), que por sua vez, prevê a realização de operações como empréstimos, financiamentos e descontos de títulos mais baratos para microempreendedores individuais e microempresas ou ainda empresas de pequeno porte.

Aprovação do  projeto

O projeto foi aprovado na câmara por 62 votos a 1 e agora segue sanção do presidente Jair Bolsonaro. A proposta do Inova Simples é de autoria do deputado Otávio Leite (PSDB/RJ) e o relator da matéria na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) foi o ex-senador Armando Monteiro (PE).

Por meio do Inova Simples empreendedores poderão abrir e fechar startups com mais facilidade direto na internet, no portal da Rede Nacional para Simplificação do Registro da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim).

A inciativa pretende estimular a criação, a formalização, o desenvolvimento e a consolidação das empresas de inovação. O texto classifica a startup como aquela empresa criada para aperfeiçoar sistemas, métodos e modelos de negócio, produção, serviços ou produtos.

Como realizar o cadastro?

Para realizar o cadastro, os empreendedores devem fornecer algumas informações, como endereço e CPF, e descrever a área de atuação startup. A sede pode funcionar em endereço comercial, residencial ou misto, inclusive em instituições de ensino, empresas juniores, incubadoras, aceleradoras e espaços compartilhados de trabalho (coworking).

Após o cadastro, o empreendedor tem acesso a um número de Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) e deve abrir uma conta bancária para captar recursos dos proprietários, investidores, linhas de crédito e outras fontes. Em caso de falência, a baixa do CNPJ será automática após autodeclaração no portal Redesim. No mesmo portal, o usuário pode ter acesso a um canal de comunicação com o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) para o registro de marcas e patentes.

CQ1 News – RHs Precisam Entender Mais de Dados

CQ1 News - RHs Precisam Entender Mais de Dados

SÃO PAULO  –  As empresas ainda estão distantes do que consideram ideal quando o assunto é uso de dados para tomar decisões de gestão de pessoas, segundo um levantamento global da consultoria PwC. Menos da metade dos executivos acham que os gestores de RH têm um entendimento profundo das atuais mudanças tecnológicas do mercado.